2

Ensaios – das Altas Funções

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someone


 
Os homens que estão em altas posições são escravos de três modos: escravos do soberano (ou do Estado); escravos da reputação; e escravos dos negócios. Não gozam de liberdade, nem nas suas pessoas, nem nas suas ações, nem no seu tempo.

Estranho desejo é o de ganhar o poder e perder a liberdade, ou de buscar o poder sobre os outros para perder o poder sobre si próprio.

A ascensão às altas funções é laboriosa; através de canseiras chega o homem a maiores canseiras; a ascensão é por vezes humilhante, e por meio de indignidades é que o homem chega às dignidades. Manter-se à altura é difícil, e a descida é uma queda vertical; ou pelo menos um eclipse, coisa melancólica.

Além disso, os homens não se podem retirar quando querem; nem querem quando seria razoável; não se compadecem com a aposentadoria por idade ou por doença, quando necessitam estar à sombra; tais como os velhos das vilas e das aldeias que querem estar sentados à porta de casa, expondo assim a velhice ao escárnio dos outros.

Certamente, as altas personalidades necessitam de pedir aos outros homens opiniões que as façam felizes; porque a julgarem-se pelos próprios sentimentos jamais conseguirão a felicidade; mas se considerarem à parte o que os outros homens pensam a respeito delas, e que os outros homens desejariam ser o que elas são, nesse momento sentem-se indiretamente felizes, mediante a fama, se bem que no íntimo talvez pensem o contrário.

[Francis Bacon, In: ‘Ensaios – Das Altas Funções’]

Simplicidade é o segredo de uma vida feliz!

 

 

Simplicidade é o segredo da vida feliz.
Curta e compartilhe. Viva uma Vida Simples.

www.vidasimples.blog.br
facebook.com/vidasimplesblog

Vida Simples Blog

2 Comments

  1. Reflexão muito adequada aos tempos atuais.

    “Estranho desejo é o de ganhar o poder e perder a liberdade, ou de buscar o poder sobre os outros para perder o poder sobre si próprio.”
    Vivemos em tempos muito estranhos, quando a ânsia por poder ou status parecem ser até mais desejados do que a liberdade e a felicidade.

    Se quiser conhecer meu blog:
    http://simplicidadeeharmonia.blogspot.com.br/

    Abraços,

  2. Então?!
    Essa felicidade indireta deve ser o motivo pelo qual os homens conquistam o sucesso?
    Gostei do texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *