1

A importância do não

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someone

dizer nao

Pode parecer estranho, mas muitas vezes dizer “não” pode ser a melhor maneira de nos afirmar.

Nem sempre percebemos, mas em diversos dizemos “sim” quando na realidade gostaríamos de ter dito “não” a diversas pessoas ou situações.

O “sim” confirma, aceita uma condição ou situação que alguém ou algo externo a nós nos propõe, enquanto que o “não” expressa nossa liberdade de não querer ou não concordar.

Aprendemos socialmente a dizer “sim” para agradar as pessoas com as quais convivemos, pois somos ensinados a agradar os outros, e acabamos nos esquecendo de agradar a nós mesmos. Por vezes aceitamos coisas que não queríamos aceitar, concordamos com ideias que discordamos e fazemos coisas sem querer fazer.

Não conseguir dizer “não” pode nos gerar uma enorme sensação de mal estar, por não nos posicionar no que sentimos e queremos, de não nos sentir autênticos, vivendo em função do que os outros querem, sem fazer valer o que nós queremos. Deixamos de lado os nossos desejos para dizer “sim” as pessoas que amamos e até para pessoas que pouco conhecemos, pois queremos ser aceitos e amados.

Dizer “não” tem uma enorme importância em nosso amadurecimento pessoal. Em nossa adolescência, por exemplo, quando dizemos “não” aos nossos pais ou cuidadores quando discordamos de seus modos de nos tratar, demonstramos nossa oposição a maneira como eles querem que a gente seja para desenvolver a nossa identidade própria.

Usamos o “não” como uma antítese ao modo de ser que fomos ensinados, e é por meio desse “não” que fazemos escolhas em nossas vidas, desenvolvendo nossa identidade como resultante da relação entre os modos de ser que fomos ensinados e as nossas negações. Discordamos do que não queremos para escolher o que realmente queremos.

Perceber o que não queremos e discordar quando necessário pode ser um meio de nos conhecer. Quando percebemos o que não gostamos ou o que não nos faz sentido podemos fazer melhores escolhas, afirmando o que somos e o que queremos.

Enquanto que o “sim” concorda e deixa as coisas como estão, mantendo tudo como está posto, o “não” apresenta uma contraposição, possibilita uma mudança no habitual. Aprender a usar o “não” de maneira que nos valorize e não desrespeite o outro é um grande desafio para considerar a nós mesmos e os outros.

Texto por Bruno Carrasco

Simplicidade é o segredo de uma vida feliz!

 

 

Simplicidade é o segredo da vida feliz.
Curta e compartilhe. Viva uma Vida Simples.

www.vidasimples.blog.br
facebook.com/vidasimplesblog

Vida Simples Blog

One Comment

  1. Estou vivendo em busca desta verdade do dizer sim para comigo e não para os outros.estou em conflito com estas duas palavrinhas pequenas,mas estou num grande conflito de minha vida.gostaria de partilhar o que eu escrevi em busca desta situação hoje em minha vida.estou tentando afirmar quem sou o EU!!!!!Obrigada se for possível este bate papo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *